Fatos físicos da meditação: A Espinha

Quando se trata de posições e métodos físicos para a meditação, o mundo está cheio com uma série de ensinamentos e tradições espirituais que envolvem várias posturas.

Neste artigo, você vai aprender algumas das maneiras diferentes de usar o corpo para a meditação, incluindo a posição de lótus, onde um indivíduo tenta uma postura sentada de pernas cruzadas.
Coluna
Numerosas abordagens meditativo ensinar a importância de manter a coluna reta – evitar o hábito de curvar as costas. Esta prática tem como objetivo promover a "energia espiritual" (também conhecido como o "sopro vital, a força da vida" "ou Kundalini), promovendo aumento da circulação. Estar sem sapatos e realizando posições com os pés descalços, vem sendo incentivada como uma maneira de tocar em sua espiritualidade e estadia confortável. É comum para um meditador se sentar em uma cadeira ao realizar exercícios que envolvem a coluna. Outras maneiras incluem surpresa posições (visto em New Thought), sentado num banquinho, ou andar em plena consciência – uma técnica associada com o budismo Theravada.
Uma abordagem menos formal é tomada em tradições, como a Kundalini Yoga (onde os profissionais procuram despertar um conhecimento interior). Sentado calmamente em uma postura tradicional, esta forma de yoga também coloca ênfase no potencial para alcançar flutuações nos padrões respiratórios ou estados emocionais ou kriyas, que são as posturas da ioga espontânea. Repetitivos movimentos físicos (como o balanço) podem ter lugar quando se está meditando na posição sentada. Sugere-se a aceitar o fluxo natural da energia ao longo do corpo, como ele é visto como uma forma de aprofundar a experiência da meditação.
Poses que dependem da coluna ou ajudar a tratar lesões dorsais incluem:
Lotus A postura (ou padmasana): Em posicionamento ideal, sentar no chão com as pernas cruzadas de uma postura que promova a estabilidade da coluna vertebral. A metade inferior de suas costas, vai criar uma base estável para a coluna. Sugere-se para encontrar uma postura diferente, se você sofre problemas no joelho, como a posição das pernas pode causar algum desconforto.
Meia Lótus (ou ardha padmasana): Realize esta postura por posicionamento apenas uma perna cruzada sobre a coxa oposta, enquanto a outra perna fica descansando abaixo. Ao contrário da posição de lótus completa tensão, menor é colocado sobre os joelhos.
Fácil Pose (ou Sukhasana): Como essa postura é um dos mais fáceis de segurar, é muito popular entre os praticantes de yoga iniciante. Se você estiver interessado em mais sessões de meditação, esta pose para a realização de chamadas de seus quadris ligeiramente acima dos joelhos, com a ajuda de preenchimento. Suas pernas se cruzam na frente, sem se sobrepor. É importante lembrar de manter as omoplatas paralelo com os quadris. Abra as omoplatas, mantendo a coluna ereta. Posicione a coroa de sua cabeça para virar em direção ao teto. Energia deve fluir facilmente por todo o corpo.

Anúncios