Runas

runas

As runas são um conjunto de alfabetos relacionados que usam letras características (também chamadas de runas) e eram usadas para escrever as línguas germânicas, principalmente na Escandinávia e nas ilhas Britânicas.

Em todas as suas variedades, as runas podem ser consideradas como uma antiga forma de escrita da Europa do Norte. A versão escandinava que também é conhecida como Futhark (derivado das suas primeiras seis letras: ‘F’, ‘U’ ‘Th’, ‘A’, ‘R’, e ‘K’), e a versão Anglo-saxónica conhecida como Futhorc (o nome também tem origem nas primeiras letras deste alfabeto). As inscrições rúnicas mais antigas datam de cerca do ano 150, e o alfabeto foi substituído pelo alfabeto latino com a cristianização, por volta do século VI na Europa central e no século XI na Escandinávia.

Contudo, o uso de runas persistiu para propósitos especializados, principalmente na Escadinávia, na área rural da Suécia até ao início do século XX (usado principalmente para decoração e em calendários Rúnicos). Além do alfabeto, a cultura germânica antiga possuía um calendário, cujo ano se iniciava no dia 29 de Junho, representado pela runa Feob. Runemal era a arte do uso de alfabetos rúnicos para obter respostas, como um oráculo, instrumento usado pelos iniciados nesta arte desde o pré-cristianismo para o auto-conhecimento. Arte denominada de pagã pelo cristianismo.

Origem Mitológica das Runas

Contam as lendas vikings que os deuses moravam no Asgard, um lugar localizado no centro do mundo. Nele crescia o Yggdrasil, a Árvore do Mundo, cujas raízes ninguém conhecia, e que servia de comunicação entre a terra e o paraíso. Nesta árvore, o deus Odin conheceu a sua maior provação e descobriu o mistério da sabedoria: as Runas. Alguns versos do Edda Maior, um livro de poemas compostos entre os séculos IX e XIII, cantam esta aventura de Odin em algumas de suas estrofes:

"Sei que fiquei pendurado naquela árvore fustigada pelo vento,
Lá balancei por nove longas noites,
Ferido por minha própria lâmina,Sacrificado a Odin,
Eu em oferenda a mim mesmo:
Amarrado à árvore
De raízes desconhecidas.

Ninguém me deu pão,
Ninguém me deu de beber.
Meus olhos se voltaram para as mais entranháveis profundezas,
Até que vi as Runas.

Com um grito ensurdecedor peguei-as,
E,então,tão fraco estava que caí.
Ganhei bem-estar
E sabedoria também.
Uma palavra,e depois a seguinte,
acaonduziram-me à terceira,
De um feito para outro feito."

Esta é a criação mítica das Runas, na qual o sacrifício de Odin trouxe para a humanidade essa escrita alfabética antiga, cujas letras possuiam nomes significativos e sons também significativos, e que eram utilizadas na poesia, nas inscrições e nas adivinhações, mas que nunca chegaram a ser uma língua falada.

Sabedoria deixada por ODIN

A sabedoria das runas foi deixada aos Vikings pelo deus nórdico Odin, para que os homens a ela recorressem, para se divinizar e para obter um sábio aconselhamento quando necessário.

Odin se submeteu a um supremo ato de auto sacrifício para obter o conhecimento secreto das runas. Permaneceu suspenso, por nove dias e nove noites, pendurado pela lança, de cabeça para baixo no Yggdrasil, a "árvore do mundo", até se dar conta das pedras rúnicas no chão.

Esticando-se com dificuldade conseguiu apanhá-las, sendo então libertado pela magia destas pedras e, por iluminação, aprendeu os conhecimentos e poderes mágicos das runas.

Odin transmitiu à humanidade esse conhecimento obtido sobre as palavras mágicas e também de como registrar essas palavras através do alfabeto rúnico.

Odin distribuiu as vinte e quatro runas entre três deuses: Hagal, Freya e Tyr.

Estes três deuses deram às runas suas energias. Freya, a energia de mãe, de esposa, de amante, e de irmã; Hagal, o conselheiro sábio, correto e energético; Tyr, o jovem guerreiro, corajoso e lutador.

A vigésima quinta runa, que é branca, representa Odin.

A escrita rúnica é uma das mais antigas conhecidas; tem mais de doze mil anos.

A raiz composta RU é de origem indo-européia e significa mistério ou segredo. Os antigos povos usavam acreditavam que as runas possuíam poderes mágicos que poderiam defendê-los de diversos males e os xamãs antigos entalhavam as runas nas embarcações, nas casas, colocavam runas nos leitos dos enfermos, invocando sua proteção, cura, ajuda, etc.

Durante muitos séculos, os Xamãs passavam aos seus iniciados o conhecimento das runas, preparando-os para que pudessem usar corretamente esta energia. Segundo os ensinamentos, cada runa está ligada à uma força determinada, havendo um poder específico em cada uma delas, por isso, devem ser usadas de forma correta para que os resultados sejam positivos e satisfatórios.

As runas são uma linguagem de magia que levam o ser à evolução interior, para o encontro de um bem maior e jamais poderão ser usadas como meio de comercialização ou charlatanismo porque sua linguagem traduz mensagens de divinação e não adivinhação.

 

runa1

FEHU
Letra correspondente: F
Regentes Planetários: Vênus e Lua
Signo: 06 a 20 de abril  
Regente: Freyr
Significado tradicional: Gado/Bens

Está associada aos Bens. Como na cultura primitiva, o gado era uma espécie de moeda corrente, o símbolo tradicional de FEHU é o gado. Esta runa significa vitória em assuntos financeiros, algo ganho com o dispêndio da própria energia, uma conquista, conclusão de projetos. Pode também significar ganhos emocionais, por ser um de seus regentes, o planeta Vênus.

runa2

URUZ
Letra correspondente: U
Regente Planetário: Marte
21 de abril a 06 de maio  
Regente: Tyr
Significado tradicional: Auroque/Força

Representa o Auroque, o extinto gado selvagem da Europa Setentrional, símbolo da Grande Força e velocidade e um desafio para os caçadores. Uruz representa mudança súbita ou dramática nas circunstâncias – em especial aquelas que colocam o consulente face a uma situação nova. Indica também promoção na vida profissional ou mais uma responsabilidade em alguma direção. Nas questões financeiras ela adverte que deve-se esperar por melhoras na situação atual do consulente. Está associada ao planeta Marte.

 

runa3

THURISAZ
Letra correspondente: T ou TH
Regente Planetário: Júpiter
Signo: 07 a 21 de maio  
Regente: Thor

Significado tradicional: Espinho (dificuldades) – Gigante

As plantas têm espinhos para se protegerem e na astrologia, Júpiter é um planeta protetor, sendo seu equivalente teutônico, THOR, o Grande Protetor da Mitologia Nórdica. Essa runa e seu significado "espinho", indica momento de limitação e aconselha a avaliação e reflexão, para fortalecimento de sua posição. Esta runa era usada para invocar e controlar os demônios que na antiga lenda escandinava, se acreditava assombravam as florestas escuras e lagos cinzentos.

runa4

ANSUZ
Letra correspondente: A
Regente Planetário: Mercúrio
Signo: 22 de maio a 06 de junho  
Regente: Bragi
Significado tradicional: Boca / Deus

Esta runa estando associada a Mercúrio, mensageiro dos Deuses, Deus de eloqüência e inteligência, indica a chegada de avisos ou sinais inesperados. É a runa portadora do conhecimento, da comunicação e de mensagens divinas. O seu significado tradicional é "Boca", implicando a palavra falada. Indica também a obtenção de sabedoria e conhecimento pelo consulente. Como Mercúrio governa os movimentos e as viagens, na sua esfera ativa, em algumas ocasiões esta runa pode indicar viagem a ser feita pelo consulente.

runa5

RAIDO
Letra correspondente: R
Regentes Planetários: Mercúrio e Nodo Norte
Signo: 07 a 21 de junho  
Regente: Nornes
Significado Tradicional: Roda de Carro / Movimento

Raido nos indica que planos de viagem serão concretizados e os já empreendidos serão bem sucedidos. Tanto Mercúrio como seu equivalente Escandinavo, ODIN, estão ligados a viagens. Pela ligação de Mercúrio com a palavra falada, Raido denota também que o período é propício para debates e negociações. Sendo de bom augúrio indica que o consulente pode prosseguir confiante em seus planos. No plano espiritual, promove a grande viagem de resgate do Self, vivida no processo de individualização.

runa6

KANO
Letra correspondente: K, C ou Qu
Regentes Planetários: Marte e Sol
Signo: 22 de junho a 07 de julho  
Regente: Loki
Significado Tradicional: Tocha / Fogo / Luz

Uma tocha ou símbolo dos cultos pré-Cristãos de adoração ao Sol: as fogueiras eram acesas nos topos das montanhas nos solstícios e equinócios, para marcar a progressão do Sol pelo céu. Kano representa energia, força, luz, poder e positividade. Tanto Marte como o Sol estão ligados ao fogo e a palavra Ken (Kano), significa tocha. Essa runa traz luz e energia criativa para o consulente, respondendo por todas as formas de positivismo, trazendo uma influência protetora, um sinal de sorte.

runa7

GEIBO
Letra correspondente: G
Regente Planetário: Vênus
Signo: 08 a 22 de julho  
Regente: Freija
Significado Tradicional: Presente e União

Geibo indica a união de duas forças opostas, de forma harmoniosa e equilibrada. Vênus é conhecido como o planeta do amor, mas também governa os envolvimentos de amizade. Isso reflete no símbolo Geibo, no qual duas linhas se cruzam parecendo oferecer apoio mútuo. Pode significar num jogo, união ou sociedade de algum tipo, negócios ou união de amor.

runa8

WUNJO
Letra correspondente: W ou V
Regentes Planetários: Vênus e Saturno
Signo: 23 de julho a 07 de agosto  
Regente: Weiland
Significado Tradicional: Alegria e Glória

É surpreendente ver Saturno como um dos regentes de Wunjo, entretanto este é um planeta muito complexo e seu caráter apresenta muitas facetas. Os escritores medievais de Astrologia referiam-se a Saturno e Vênus como "amigos secretos". Pela amizade entre Vênus e Saturno, Wunjo sempre representará alegria e felicidade que chega para o consulente, sendo um excelente presságio para uma consulta, especialmente na posição do resultado. A praticidade e a obstinação de Saturno, exercem um efeito estabilizador sobre a leviandade de Vênus, de modo que, quando combinada com outras runas que significam romance, Wunjo pode indicar felicidade emocional e afeição profunda e duradoura.

runa9

HAGAL
Letra correspondente: H
Regente Planetário: Saturno
Signo: 08 a 22 de agosto  
Regente: Gigantes
Significado Tradicional: Granizo / Forças da Natureza

Hagal ou Hagalaz, representa as forças destrutivas da natureza. Os astrólogos dizem que Saturno é um planeta de limitação, mas também o chamam de Grande Mestre e esses dois atributos estão ligados a Hagal: compreender que a vida num universo material impões certas limitações naturais sobre nós. Aprendendo a viver com essas limitações, seremos felizes. Hagal representa todos os acontecimentos que estão fora de controle do consulente e já que essa runa indica a interferência de uma força impessoal na vida do consulente e como a maioria das pessoas reage negativamente a ser tratada de forma impesoal, Hagal com freqüência assume um significado de mau agouro. Representa uma força de interrupção, com referência à áreas da vida a que se não pode atribuir responsabilidade específica no planejamento do futuro. Hagal também nos concede uma chance, a de crescermos com a crise: a própria natureza rompendo com nossas barreiras.

runa10

NAUTHIZ
Letra correspondente: N
Regente Planetário: Saturno
Signo: 23 de agosto a 07 de setembro  
Regente: Hella
Significado Tradicional: Necessidade / Sacrificio

Nauthiz nos aconselha a paciência, a persistência e a precaução, ou seja, todas as qualidades que sugerem ação lenta e deliberada por um período relativamente longo. Os acontecimentos deverão se desenvolver por si próprios. Nauthiz dá origem a atrasos, repressão, limitação, opressão, aflição, doença ou saúde precária, podendo indicar falta de vitalidade, de dinheiro ou de recursos. Esta runa nos traz a lição dos limites, aqueles que nós mesmos nos impomos ou, em seu aspecto invertido, aqueles que atraímos para nós.

runa11

ISA
Letra correspondente: I
Regente Planetário: Júpiter
Signo: 08 a 22 de setembro  
Regente: Mimir
Significado Tradicional: Gelo / Introspecção

Júpiter é um planeta protetor e também o gelo possui a qualidade de proteger ou preservar. A Runa Isa indica que os planos devem ser "congelados" no momento para se atuar no tempo apropriado. Como o gelo é inimigo do calor, é na área do amor e da amizade que Isa atinge seu ponto máximo de infelicidade. Aqui é oportuno lembrar o conselho do Mestre Arqueiro Zen: "Quanto mais obstinadamente se empenhar em aprender a disparar a flecha para acertar o alvo, não conseguirá nem o primeiro, nem o segundo intento. O que obstrui o caminho é a vontade demasiadamente ativa. O que deve fazer é aprender e esperar". Aceite o inverno em sua vida e mantenha a alma aquecida pela fé espiritual. Abrigue-se ao pé do fogo sagrado e aguarde o degelo com coragem e sabedoria.

runa12

JERA
Letra correspondente: J
Regente Planetário: Mercúrio
Signo: 23 de setembro a 07 de outubro  
Regente: Martelo de Thor
Significado Tradicional: Colheita/Recompensa

A runa Jera refere-se ao aspecto do poder de Odin, que premiava os guerreiros mais valorosos e fortes depois da morte, com sua entrada na "Casa dos Escolhidos", Valhallah. A idéia é de recompensa ou prêmio. Jera é uma runa relacionada com a Justiça e por analogia, todos os assuntos legais ficam sob a sua proteção. Seu aparecimento no jogo, indica que o consulente está colhendo os resultados de seus esforços. É uma runa de previsões benéficas, portanto espere bons resultados de qualquer empreendimento ou atividade na qual está empenhado.

runa13

YR
Letra correspondente: Y
Regentes Planetários: Júpiter e Nodo Sul
Signo: 08 a 22 de outubro  
Regente: Sacrifício de Odin
Significado Tradicional: Teixo / Precaução

O teixo é natural da região nórdica e mantém suas folhas verdes, mesmo durante o inverno, simbolizando a vitória sobre a morte, a resistência. Sua madeira resistente e elástica era utilizada no fabrico de arcos e flechas e na sua casca eram gravadas runas. Júpiter é um planeta protetor e também o regente de Sagitário, o signo do arqueiro, e por isso indica que o consulente está voltado para um objetivo viável, enquadrado dentro de suas capacidades e em consequência, não é provável que algo lhe impeça de alcançar o sucesso. Quando Yr ocupa um lugar significativo no jogo, ela indica que a situação se reverterá a favor do consulente. Os obstáculos surgem para testar a nossa força, a nossa combatividade ou para induzir-nos à reflexão. Não é hora de agir. Cultive a pacência e controle sua ânsia por resultados.

runa14

PEORTH
Letra correspondente: P
Regentes Planetários: Marte e Nodo Sul
Signo: 23 de outubro a 07 de novembro  
Regente: Nornes
Significado Tradicional: Revelação / Copo de Jogo de dados

A interpretação exata de Peorth não chegou até nós. Recebeu várias traduções, como lareira ou peça de jogo de xadrez ou copo para jogar dados. O significado de Peorth no jogo está ligado à idéia de revelação de alguma coisa não anunciada anteriormente porque indica algo escondido que veio ao conhecimento. É um bom presságio. Pode também referir-se a um segredo que o consulente está tentando guardar, sentimentos, desejos, emoções contidas, podendo provocar o surgimento do nosso lado sombra, oculto. Esta runa tem ligação com o oculto e poderá revelar ocasionalmente que o consulente tem poderes mediúnicos. Com Peorth nada depende de nós e sua atuação acontece no mais profundo de nós mesmos. 

runa15

ALGIZ
Letra correspondente: Z
Regentes Planetários: Júpiter e Vênus
Signo: 08 a 22 de novembro  
Regente: Thor
Significado Tradicional: Alce / Proteção / Equilibrio

O Alce, animal da região norte da Europa, possui grandes chifres que são as suas armas naturais de proteção contra os perigos. O símbolo de Algiz lembra um gesto antigo, usado pelos germanos: estendiam a mão com os três dedos médios levantados, num movimento de proteção. Essa runa era gravada nas armas e nos escudos dos guerreiros e no pórtico das casas, com a mesma intenção. Algiz é tão benéfica que se tornou o símbolo do otimismo bem alicerçado e quando sai na primeira casa de uma jogada astrológica significa que o consulente possui grande confiança em si próprio e em suas habilidades, unida a uma grande fé no futuro. Esta runa nos desafia a enfrentar novas oportunidades sem nos colocarmos vulneráveis às influências externas, permanecendo confiantes.

runa16

SIGEL
Letra correspondente: S
Regente Planetário: Sol
Signo: 23 de novembro a 07 de dezembro  
Regente: Baldur
Significado Tradicional: Sol

Sigel é uma runa de Vitória e sua presença num jogo é uma promessa de sucesso e realização. O papel exercido pelo Sol na teologia escandinava, se repete nos temas que dizem que o sol nascente transformava os malignos gigantes de gelo em pedra. De uma forma ou de outra, essa capacidade de derrotar o mau é quase que universalmente atribuída ao Sol. O poder do Sol de revelar o obscuro, estabelece a relação de Sigel com a razão e a consciência. O Sol está ligado também ao ciclo de nascimento-morte-renascimento e é quando Sigel nos indica resgate de oportunidades, projetos e relacionamentos.

runa17

TYR
Letra correspondente: T
Regente Planetário: Marte
Signo: 08 a 22 de dezembro  
Regente: Tyr
Significado Tradicional: Guerreiro / Conquista

Como Marte, seu correspondente romano, Tyr é o Deus da Guerra e a runa que ostenta seu nome, representa portanto, a vitória na batalha ou em qualquer situação em que haja um elemento de disputa ou competição. Para os antigos teutões, Tyr era a runa do soldado, sendo utilizada como talismã pelos guerreiros. Tyr é uma runa de motivação e significa força de vontade e um espírito competitivo aliados a um envolvimento unidirecionado para um projeto ou ideal que sistematicamente derrubam todas as barreiras que impedem a conclusão bem sucedida. Tyr nos induz a rever investimentos, metas, repensar prioridades e examinar a canalização de nossas energias. A energia guerreira de Marte, regente desta runa e fácil de ser invocada, e é uma energia dificil de ser controlada. Mantenha-se firme em sua vontade, reto em sua ação e deixe que a vontade dos Céus tracem o seu caminho.

runa18

BERKANA
Letra correspondente: B
Regentes Planetários: Lua e Júpiter
Signo: 23 de dezembro a 05 de janeiro  
Regente: Frigg
Significado Tradicional: Gestação / Bétula

A Lua é o símbolo da Grande Mãe, o princípio da fecundidade na natureza e a tônica desta runa, regida pela Lua, é geração. A Bétula é uma árvore que para as raças européias significava "começo", simbolizando o despertar da primavera, pois seus brotos são os primeiros a surgirem após o inverno. Berkana é uma runa de nascimento, de fertilidade e indica o nascimento físico, tanto de uma criança como de uma idéia. Ela fala de crescimento interior e exterior e nos conduz a um aprofundamento na origem de nossas ações. Berkana é uma influência esperançosa sob a qual se iniciam novos planos e empreendimentos. Devido à influência de Júpiter, regente secundário de Berkana, essa runa em geral indica um acontecimento feliz dentro do círculo familiar. Para que os objetivos sejam alcançados com a energia de Berkana, são necessários a espera, a paciência, a firmeza e a generosidade.

runa19

EHWAZ
Letra correspondente: Eo ou E
Regente Planetário: Mercúrio
Signo: 06 a 20 de janeiro  
Regente: Valkirias
Significado Tradicional: Cavalo / Movimento

Na astrologia, Mercúrio é um planeta de mudanças e o principal significado desta runa é "mudança para melhor". Essa mudança poderá diferir de jogo para jogo, mas essas alterações envolvem viagem, mudança de moradia ou trabalho, de cidade ou até de país. Para os povos primitivos germânicos o cavalo era um animal sagrado, ligado ao culto solar e ao mundo dos deuses: eternidade, ventos, sol e movimento. O cavalo simboliza por seus atributos, força, energia, impetuosidade e vitalidade, que são associados a seus instintos de proteção em momentos de perigo.

runa20

MANNAZ
Letra correspondente: M
Regentes Planetários: Saturno e Nodo Sul
Signo: 21 de janeiro a 04 de fevereiro  
Regente: Homens
Significado Tradicional: Humanidade

A tradução literal de Mannaz é humanidade e a ela é atribuído o significado de interdependência da raça. Mannaz possui fortes ligações com o poder do pensamento, pois é essa capacidade do homem que o distingue de todas as outras espécies do planeta. Por essa razão Mannaz revela que o consulente deve usar a lógica para tratar do seu problema e usar a imparcialidade. Esta runa simboliza o Self, a manifestação individual do inconsciente coletivo e através da conquista de si mesmo o homem terreno encontra o homem divino. Mannaz indica também poder ou potencial mágico e os poderes da visualização criativa representam a capacidade de influenciar sobre os acontecimentos através de meios não físicos. Uma nova jornada que pode significar um mergulho profundo em nós mesmos.

runa21

LAGUZ
Letra correspondente: L
Regente Planetário: Lua
Signo: 05 a 19 de fevereiro  
Regente: Sacerdotisas
Significado Tradicional : Água / Intuição

Em sua simbologia, tanto a Lua como o Elemental Água representam o aspecto subconsciente da mente, a parte da psique da qual surgem a intuição e os poderes psíquicos em geral. Assim como a Lua determina o ir e vir das marés, também determina em nós o fluxo e refluxo das emoções. Laguz associada à Lua, fala de ritmos nos relacionamentos, nas profissões, apontando para um período de sucesso. Com esta runa presente num jogo, forças invisíveis e criativas estão a nosso favor, assim como, uma liberação súbita da energia do inconsciente se fará manifestar através dos sonhos, sentimentos pré-monitores, intuição, telepatia ou inclinação para o estudo e pesquisa do universo simbólico. Abandone-se à experiência de submergir na corrente da vida sem hesitações.

runa22

INGUZ
Letra correspondente: NG
Regente Planetário: Vênus
Signo: 20 de fevereiro a 06 de março  
Regente: Freyr e Ing
Significado Tradicional: Deus Ing / fertilidade

O Deus Ing para alguns autores é interpretado como um outro nome do Deus Freyr, que rege a fertilidade. Para outros, Ing seria um herói legendário que, pela qualidade de sua vida terrena, tornou-se Deus após a morte. Esta é uma runa que indica a conclusão bem sucedida de um empreendimento e por se relacionar à fertilidade, pode significar um novo estágio de vida. Inguz nos indica o abandono de tudo que está superado, exaurido e ir em direção ao novo: término de uma fase de atividade para que uma outra, nova e mais feliz, se inicie. Esta runa pode revelar a chegada de um acontecimento que provará ser um marco fundamental na vida do consulente.

runa23

DAGAZ
Letra correspondente: D
Regentes Planetários: Sol e Nodo Norte
Signo: 07 a 21 de março  
Regente: retorno de Baldur
Significado Tradicional: Dia

Dagaz é um simbolo de crescimento, assim como o calor do Sol na primavera e no verão é responsável pelo crescimento das plantas. Como condutora de energia solar, Dagaz é responsável pelo desenvolvimento de projetos e crescimento de possibilidades tanto no plano material como no plano emocional, abrindo novas perspectivas no panorama dos obstáculos. O Nodo Norte é o símbolo do eclipse e o Sol, o símbolo da Luz. Dagaz portanto, encerra a conotação de "Luz depois da escuridão". Essa runa não apresenta aspectos negativos e as modificações consequentes das vibrações de Dagaz incidem principalmente em suas atitudes pessoais.

runa24

OTHILA
Letra correspondente: O
Regentes Planetários: Saturno e Marte
Signo: 22 de março a 05 de abril  
Regente: Heindall
Significado Tradicional: Possessão / velho

Othila é a última na série das runas, sendo de várias maneiras a antítese do primeiro símbolo rúnico, FEHU. Onde Fehu representa dinheiro, Othila indica coisas que o dinheiro pode comprar. O Planeta que governa essa runa é Saturno – o planeta da limitação – e muitas vezes as posses simbolizadas por Othila têm algum fator delimitante a elas ligado. Assim, a posse indicada por Othila é freqüentemente um terreno ou construção, propriedade, residência. Saturno é muitas vezes relacionado com a morte física; assim esta runa pode indicar assuntos ligados à testamentos, legados ou herança. Em geral o legado expresso por essa runa é sob a forma de propriedade, patrimônio herdado, que podem ser também, traços psicológicos ou características físicas. Othila é uma runa de ruptura radical e nos aconselha a acreditar no que é novo.

runa25RUNA EM BRANCO (Runa de Odin)
Significado Tradicional: Destino / Carma  

A runa em branco está associada aos desígnios dos deuses, àquilo que está escrito e que precisa ser desvendado. Chamada de WYRD, nome do grupo das três deusas do destino da Mitologia Teutônica cujos nomes são: Urd, Verdandi e Skuld e que representam os três aspectos do tempo, passado, presente e futuro. Formam uma trindade e sempre uma se mescla na outra. WYRD governa o carma que cada um de nós formou nas vidas anteriores. Na adivinhação, essa runa indica os eventos impelidos pelo destino ou os inevitáveis, dos quais não conseguiremos nos esquivar. Não significa o aparecimento desta runa, o anúncio de uma punição cármica e dependerá a análise, das runas próximas no jogo. Assim como Odin, para conceber sua proteção, exigia de seus guerreiros fé e coragem, esta runa exige do guerreiro espiritual, fé em sua capacidade de transmutação e crescimento e coragem para superar obstáculos e transcender suas próprias limitações. Esta runa sem glifos, contém um potencial não diluído: ao mesmo tempo prenhe e vazia, ela abrange a totalidade do ser, tudo que está para ser realizado. Todos os nossos férteis sonhos estão contidos nessa brancura. Nada é predestinado; os obstáculos do seu passado podem tornar-se os portais que o conduzirão a novos começos.

Como usar as runas em magia

Você pode usar as runas para alterar aspectos da sua vida e do seu meio ambiente. Pode ajudar a si próprio, bem como auxiliar conhecidos seus a atingirem suas metas de sucesso. Para isso, com muita consciência, veja o aspecto de sua vida, ou da vida de seu conhecido, que você quer alterar ou incrementar. Escreva-o num papel, em poucas palavras e de forma bem direta.
Depois procure qual a que melhor se adapta ao caso em questão. No verso de uma foto da pessoa para quem ira ser efetuada a magia (pode ser xerox) trace a figura de uma runa escolhida para intervir magicamente. O deseno dever ser feito a lápis. Visando atingir de maneira mais completa os seus objetivos, você pode associar mais de uma runa na mesma foto. Porem, cuidado com o coquetel que esta preparando, veja se não há conflito de poderes entre as runas.
Depois de efetuado o desenho, apanhe uma pedra qualquer (a que chamar sua atenção primeiro será a certa) e num local tranqüilo, coloque-a sobre a foto com o desenho estampado no verso. Ascenda uma vela (se isso incomoda você, acender velas dentro de casa, de acordo com suas crenças, não o faça); procure entrar num estado alterado de consciência (respirando profundamente, relaxando, fazendo uma oração, que aprendeu na infância ou contando de 50 a 1 ) ; estenda sua mão mais forte sobre a foto e a pedra, fazendo a seguinte oração, consagrando a magia:

“NESSE MOMENTO EM NOME DA GRANDE CONSCIENCIA CÓSMICA, EM NOME DE ODIM, ESPÍRITO DE SABEDORIA QUE REGE O ORÁCULO DAS RUNAS, CONSAGRAO CONSCIENTEMENTE ESSE OBJETO DE PODER, PARA QUE ELE POSSA CUMPRIR FIELMENTE A FUNÇAO PARA A QUAL FOI POR MIM CRIADO. QUE ASSIM SEJA…”

A foto como desenho deve acompanhar a pessoa para quem foi criada. A pedra deve ser enterrada num jardim bonito assim que a magia tiver dado certo, ocasião em que a foto deve ser queimada e as cinzas colocadas junto a pedra. Enquanto o processo mágico estiver se desenvolvendo a pedra deve ficar guardada em local seguro. Para locais ou situações, substitui-se a foto por algo que identifique o objeto da magia. Se for uma residência, colocar numa folha de papel o endereço mais completo possível dela. Se uma família, o nome dela e dos componentes. Se uma situação, algo que a identifique. A seguir continua-se o procedimento mágico padrão;

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE !!
NUNCA USE MAGIA PARA INTERFERIR NO LIVRE ARBÍTRIO DE TERCEIROS. AS CONSEQUENCIAS PODEM RECAIR SOBRE VOCE. SE VOCE QUER USAR ESSA TÉCNICA PARA AJUDAR ALGUM CONHECIDO SEU, PRIMEIRO PERGUNTE SE ELE QUER QUE VOCE O FAÇA.

A magia rúnica básica  é essencialmente talismanica e consiste em atrair a propriedades de uma runa ou de uma combinação delas para a esfera pessoal do mago, operação que se realiza com a gravação das runas apropriadas nos objetos/locais que devem ser imantados e a invocação dos deuses a elas relacionados para que estes abençoem a sua intenção. No passado podíamos ver runas gravadas nas paredes das casas, em canecas, espadas, e escudos, só para citar alguns exemplos.
Dicas gerais para quem esta começando a estudar e jogar runas.

1. Muitos livros nunca entram em acordo. Então o melhor que você tem a fazer é ler a maior quantidade de livros que puder. Além disso pesquise em sites, e converse com praticantes, quando tiver dúvidas.

2. Questioe sempre a veracidade do que ler. Hoje, em dia, qualquer um pode publicar livros e ter um publicado não significa que o mesmo esteja correto. Por essa razão que devemos pesquisar e estudar muito!!

3. Procure conhecer um pouco da cultura nórtica também, afinal, as runas vieram de lá. Existem runas de outros lugares, claro, mas as runas mais utilizadas são as nórticas e praticamente todo mundo começa por elas,
4. Arrume um caderno ou fichário onde você possa compilar seu próprio livro de significados. Nele, inclua todas as informações que encontrar e também suas próprias impressões sobre cada runa, Isso é muito importante!

5. Pegue cada runa e esvazie os seus pensamentos. Olhe para ela, o que você sente? Anote tais impressões. O ideal é estudar uma runa por dia.

6. Escolha alguns métodos de leitura com os quais você se sinta a vontade e pratique com eles. O mais simples, é, todos os dias, pela manha, tirar uma runa e ler o seu significado. Será um conselho para o seu dia. Com a prática você descobrirá novos métodos, e poderá incorpora-los em suas leituras.

fonte: O arquivo

Anúncios